Açoriano Oriental
Liberais admitem votar contra von der Leyen para Comissão Europeia

O vice-presidente dos liberais no Parlamento Europeu João Cotrim de Figueiredo admitiu o voto contra Ursula von der Leyen para presidente da Comissão Europeia, por incumprimento dos compromissos e por dialogar com a extrema-direita.

Liberais admitem votar contra von der Leyen para Comissão Europeia

Autor: Lusa/AO Online

“Esta candidata não está a cumprir os compromissos que tinha com o grupo Renovar a Europa, está a ter conversações com o Conservadores e Reformistas Europeus [ECR], um grupo de extrema-direita aqui no Parlamento [Europeu], e não me parece suficientemente empenhada em manter a solidez da coligação que na última legislatura conseguiu conduzir os destinos da União Europeia”, disse João Cotrim de Figueiredo, no Parlamento Europeu (PE), em Bruxelas.

Depois de uma reunião de três horas entre Ursula von der Leyen os eurodeputados que pertencem ao Renovar a Europa para tentar assegurar o voto dos liberais na votação da próxima semana em Estrasburgo (França), João Cotrim de Figueiredo admitiu que a candidata pode falhar a eleição.

“Se esta postura não se alterar até à altura da votação da semana que vem, não está garantido o apoio do grupo Renovar a Europa à recandidatura de von der Leyen e ao conjunto do pacote dos cargos que estão em discussão”, disse o vice-presidente dos liberais.

Face à insistência dos jornalistas na questão, João Cotrim de Figueiredo esclareceu a sua posição: “O meu voto, neste momento, é não.”


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados