Inglês gratuito para a comunidade arrancou com 25 alunos em Vila Pouca de Aguiar

Inglês gratuito para a comunidade arrancou com 25 alunos em Vila Pouca de Aguiar

 

Lusa/AO Online   Nacional   2 de Out de 2013, 10:34

As aulas gratuitas de inglês para a comunidade arrancaram com 25 alunos inscritos em Vila Pouca de Aguiar e Pedras Salgadas, numa iniciativa lançada pelo município para ajudar a acolher melhor os turistas no concelho.

 

“Um dos objetivos estratégicos da Câmara de Vila Pouca de Aguiar é incrementar o turismo. Detetamos que existem algumas dificuldades na comunicação, nomeadamente no que concerne ao inglês, e decidimos desenvolver estes cursos para a comunidade”, afirmou hoje o vice-presidente Alberto Machado.

O objetivo é preparar os munícipes, especialmente aqueles que desempenham funções no comércio, serviços, restauração, hotelaria e outros ramos, para melhor interagirem com os turistas.

Entre os alunos que já estão inscritos encontra-se a comerciante Carla Ferreira que acredita que o inglês “vai ajudar a comunicar com os clientes” e pode também “ajudar ao negócio”.

“Cada vez temos mais turistas e às vezes não consigo perceber o que querem. Tive a ideia de vir por causa dos meus clientes”, salientou.

Luís Tão sabe apenas dizer “yes” (sim) em inglês e, por isso, decidiu aproveitar esta oportunidade para aprender um pouco mais.

Também Sílvia Santos, comerciante que trabalha ainda em hotelaria, quer melhorar os seus conhecimentos.

“Às vezes lido com ingleses e é para conseguir falar com eles. Estas aulas são uma mais-valia e podem ser uma oportunidade de negócio”, salientou.

No entanto, segundo acrescentou, este curso vai implicar um grande esforço pessoal porque vai ter que deixar os filhos e o marido em casa.

As aulas, que começaram na terça-feira, vão decorrer em horário pós-laboral na sede do concelho e na vila de Pedras Salgadas.

A iniciativa arrancou com 25 alunos, mas as inscrições podem ser feitas ao longo de todo o ano.

Para atrair mais visitantes ao concelho, a câmara tem em curso vários projetos, entre os quais as semanas temáticas, que são pacotes turísticos de uma semana com propostas de atividades diárias para os turistas.

Está ainda a construir um parque de campismo, um centro hípico e até uma academia de golfe.

“Queremos antecipar a conclusão desses projetos com uma formação no inglês e ajudar os nossos comerciantes, os nossos empresários, a contactar com mais facilidade com os estrangeiros”, salientou Alberto Machado.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.