Brasil

Incêndio no centro de treinos do Flamengo provoca 10 mortos e três feridos

Incêndio no centro de treinos do Flamengo provoca 10 mortos e três feridos

 

Lusa/AO Online   Internacional   8 de Fev de 2019, 11:11

Um incêndio que deflagrou na madrugada desta sexta-feira no centro de treino do Flamengo, clube do campeonato brasileiro de futebol, na zona oeste do Rio de Janeiro, provocou 10 mortos e três feridos, noticia a comunicação social local.

Segundo informações publicadas pelo portal de notícias G1, da rede Globo, nas instalações atingidas pelo fogo, conhecidas por alojamentos do Ninho do Urubu, dormiam atletas com idades entre 14 e 17 anos.

Por volta das 7h20 (9h20 em Lisboa, menos uma nos Açores), imagens de um helicóptero que foram exibidas pela rede de televisão Globo mostravam que as chamas já tinham sido controladas, mas deixaram uma grande área destruída.

A zona oeste da cidade brasileira do Rio de Janeiro foi uma das mais afetadas por um temporal que atingiu a cidade esta semana.

O centro de treino Presidente George Helal, conhecido como Ninho do Urubu, é utilizado pela equipa de futebol profissional do Flamengo e pelos escalões de formação.

O tenente-coronel do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, Douglas Henaut, disse à TV Globo que ainda não é possível saber se há mais vítimas no local, nem fazer a sua identificação, um trabalho que será realizado posteriormente pela Polícia Civil.

Apesar de as vítimas mortais ainda não terem sido identificadas, o canal desportivo Sportv informou que quatro eram jogadores da equipa de juniores do Flamengo, quatro eram funcionários do clube e dois eram atletas que estavam no local para realizarem testes.

Os três feridos foram identificados como atletas juniores do Flamengo que dormiam no local, Cauan Emanuel Gomes Nunes, de 14 anos, Francisco Diogo Bento Alves e Jonathan Cruz Ventura, ambos de 15 anos.

O centro de treino do Ninho do Urubu é considerado um dos mais modernos da América Latina e possui um módulo para a equipa profissional do Flamengo, dois campos de treino e um espaço específico para a preparação de guarda-redes, além da área de alojamento para atletas das camadas jovens, que foi atingida no incêndio.

Em 2018, o Flamengo, que é a equipa de futebol mais popular do Brasil, inaugurou uma nova estrutura para a equipa principal e deixou as antigas instalações para os jogadores das categorias jovens do clube.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.