"Helene" agrava estado do tempo a partir da tarde de sábado nas Flores e no Corvo

"Helene" agrava estado do tempo a partir da tarde de sábado nas Flores e no Corvo

 

Lusa/AO Online   Regional   13 de Set de 2018, 12:57

Os efeitos do furacão “Helene” deverão começar a fazer-se sentir a partir da tarde de sábado no grupo Ocidental dos Açores, segundo um comunicado emitido hoje de manhã pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA adianta que "é provável (probabilidade entre 60 e 70%) que as ilhas do grupo Ocidental (Flores e Corvo) comecem a sentir os efeitos desta tempestade a partir da tarde de sábado", período para o qual está previsto "vento muito forte do quadrante sul com rajadas até 120 quilómetros por hora, chuva forte e ondas do quadrante sul entre seis e oito metros de altura significativa".

“Nas restantes ilhas do arquipélago também se prevê um agravamento do estado do tempo, devido à passagem da tempestade tropical, no entanto, será de forma menos significativa”, adianta o IPMA.

No sábado, para o grupo Central (Terceira, São Jorge, Pico, Graciosa e Faial) as previsões apontam para vento forte do quadrante sul com rajadas até 80 quilómetros por hora e períodos de chuva forte.

No grupo Oriental (São Miguel e Santa Maria), preveem-se vento do quadrante sul moderado a fresco com rajadas até 50 Quilómetros por hora e períodos de chuva forte.

De acordo com o IPMA, o furacão “Helene” (categoria 1) "está a deslocar-se para norte com uma velocidade de 22 quilómetros por hora, prevendo-se que diminua de intensidade durante quinta-feira, passando a classificar-se como tempestade tropical".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.