Governo dos Açores vê com bons olhos a implementação de campanha de sensibilização bilingue sobre a tourada à corda

Governo dos Açores vê com bons olhos a implementação de campanha de sensibilização bilingue sobre a tourada à corda

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   10 de Ago de 2018, 15:06

O Diretor Regional da Agricultura, José Élio Ventura afirmou esta sexta-feira que o Governo Regional vê com bons olhos a implementação, na próxima época taurina, de uma campanha de sensibilização sobre a tourada à corda nos Açores, por se tratar de uma atividade cultural e económica com grande relevância em várias ilhas do arquipélago.

Para o Diretor Regional da Agricultura a festa brava assume grande relevância e dinâmica económica em várias ilhas dos Açores, envolvendo quer os aficionados, quer grande parte da população e cada vez mais os turistas, que necessitam de informação sobre as touradas à corda, a sua história, a sua importância, bem como onde ocorrem, a que horas e em que dias, refere ainda a nota.



“É uma forma de preservar uma atividade cultural que é determinante para a afirmação da identidade e do estado de alma de ser açoriano e muito em particular de ser terceirense”, salientou José Élio Ventura.



Segundo disse o Diretor Regional, nos Açores estão registados 37 granadeiros, com cerca de 2.200 animais inscritos no Registo Zootécnico da Raça Brava dos Açores ou no Livro Genológico da Raça Brava de Lide, que estão distribuídos por seis ilhas (São Miguel, Terceira, São Jorge, Pico, Graciosa e Faial) com particular destaque para a ilha Terceira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.