Açoriano Oriental
Governo britânico volta a pôr Portugal na lista de países obrigados a quarentena

O Governo britânico retirou Portugal da lista de países seguros, com exceção das regiões da Madeira e Açores, e a partir de sábado obriga a cumprir uma quarentena de duas semanas ao chegar ao Reino Unido.

Governo britânico volta a pôr Portugal na lista de países obrigados a quarentena

Autor: Lusa/AO online

"Os dados mostram que precisamos de remover Portugal (sem os Açores e Madeira), Hungria, Polinésia Francesa e Ilha da Reunião da lista de 'Corredores de Viagem' para manter todos seguros. Quem chegar à Inglaterra a partir desses destinos depois das 4:00 de sábado, precisará de isolar-se por 14 dias”, escreveu o ministro dos Transportes, Grant Shapps, na rede social Twitter.

O ministro acrescentou que, graças a um tratamento de informação mais aprimorado, o Governo britânico tem agora a capacidade de avaliar ilhas separadas dos territórios continentais e passou a instituir “corredores de viagem regionais".

Assim, "se chegar a Inglaterra vindo dos Açores ou Madeira, não precisará de se isolar por 14 dias”, vincou o ministro britânico.

A Escócia já tinha excluído Portugal da sua lista de “corredores internacionais” a partir de 05 de setembro, enquanto que o País de Gales aplicou restrições um dia antes, mas também manteve a Madeira e Açores isentos de quarentena.

O governo autónomo da Irlanda do Norte ainda não anunciou uma alteração nas restrições, mas em geral acompanha as decisões de Londres.

Grant Shapps referiu que a Suécia passou a estar isenta.

Portugal só foi incluído na lista dos países com “corredores de viagem” com o Reino Unido há três semanas, a 20 de agosto, porém o aumento contínuo do número de casos de infeção em Portugal terá pesado na decisão, que era esperada na semana passada, quando ultrapassou o valor de 20 casos por 100 mil habitantes.

Na altura, Shapps alegou que não excluiu Portugal devido à “taxa de positividade” em declínio.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.