Açoriano Oriental
Frederico Varandas diz estar “orgulhoso” da conquista da Taça e quer mais

O presidente do Sporting, Frederico Varandas, disse esta segunda feira estar “orgulhoso” pela conquista da Taça de Portugal de futebol, no sábado, que foi “muito mais do que uma Taça”, mas quer “muito mais”, num discurso na Câmara de Lisboa.

article.title

Foto: RODRIGO ANTUNES / LUSA
Autor: AO Online/ Lusa

A equipa ‘leonina’ foi hoje recebida pelo presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, no salão nobre da autarquia, na qual Varandas destacou uma conquista que daria “um belo filme, com um final lindo”.

Com a Taça no meio da sala, rodeado pelos jogadores e também com cerca de 30 crianças sentadas junto ao troféu, filhos de convidados, Varandas elencou as qualidades de “sacrifício, sofrimento, querer e alma” numa conquista que foi “até ao fim” após “todas as dificuldades encontradas durante o ano”.

Aludindo aos problemas no final da temporada transata e início da atual, em que vários adeptos agrediram jogadores na Academia de Alcochete, levando à saída de Bruno de Carvalho da presidência, a rescisão de nove atletas e um período de gestão, pela mão de Sousa Cintra, o atual dirigente recordou a recuperação dos ‘leões’.

“Depois de estar fragmentado, partido, débil, está de volta ao mais alto nível, saudável, forte, competitivo e vencedor”, afirmou, reforçando também que “não é preciso abdicar de valores e princípios para vencer”.

Para Varandas, “o povo sportinguista sente, confia e acredita e segue a mensagem que este Sporting transmite”, dizendo que está “orgulhoso”, mas que quer “muito mais”.

Por seu lado, Fernando Medina parabenizou os ‘verdes e brancos’ por uma conquista e recordou ser esta a terceira vez que recebe uma equipa daquela instituição lisboeta no mesmo mês, depois das equipas de hóquei em patins e de futsal, ambas por terem sido campeãs europeias.

Segundo o autarca, estes triunfos confirmam “a grandeza de um clube que faz do ecletismo o seu verdadeiro ADN”, numa época “para recordar, com a conquista de dois títulos nacionais”, a Taça e a Taça da Liga.

A vitória é “uma grande notícia para Lisboa”, que em 2021 será a Capital Europeia do Desporto, sendo que Medina destacou também o trabalho do holandês Marcel Keizer, treinador, e de Bruno Fernandes, autor “de uma temporada espantosa”.

Cá fora, um pouco mais de 500 adeptos esperaram pelo momento em que Bruno Fernandes ergueu o troféu na varanda da Praça do Município, tendo começado a chegar logo a seguir ao almoço, com um ambiente de festa no interior do perímetro de segurança delineado pela PSP, que revistou os presentes.

Os adeptos foram entoando cânticos associados à ‘turma’ de Alvalade, com os jogadores a festejar na varanda e a registar o momento com fotografias e vídeos.

Aos jornalistas, o treinador Marcel Keizer elogiou os jogadores, que estiveram “muito bem ao conseguir duas taças num ano”, enquanto Jefferson, lateral esquerdo brasileiro, afirmou querer uma “época melhor” para 2019/20.

“Amo o Sporting, jogo cá há seis anos. (...) Os jogadores sempre acreditaram em conseguir títulos, e quem joga no Sporting tem de pensar assim. Foram tempos complicados, mas sabíamos da nossa grandeza”, atirou.

Bruno Fernandes, o ‘capitão’ leonino, não falou aos jornalistas, dizendo que já tinha “falado após o jogo”, no sábado, à medida que os atletas foram abandonando a sede da edilidade para voltar ao autocarro.

O Sporting conquistou no sábado a Taça de Portugal de futebol, ao derrotar na final o FC Porto, numa decisão nas grandes penalidades após um empate a duas bolas, e ergueu o troféu pela 17.ª vez na história.

Este triunfo soma-se à conquista da Taça da Liga, também frente aos ‘dragões’, numa época em que terminaram em terceiro a I Liga portuguesa e ‘caiu’ nos 16 avos de final da Liga Europa, com o Villarreal.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.