Açoriano Oriental
Festival Maré de Agosto decorre a partir de hoje de modo 'online'

A 36.ª edição do festival açoriano Maré de Agosto decorre a partir de hoje  e até sábado, em formato 'online', com conversas e concertos com nomes como a mariense Isabel Mesquita e Julian Marley.

Festival Maré de Agosto decorre a partir de hoje de modo 'online'

Autor: Lusa/AO Online

“Os 35 anos de continuidade do festival são o mote para a realização ‘online’ do 36.º Festival Maré de Agosto”, o mais antigo festival português a realizar-se de forma ininterrupta, declarou hoje a organização que, este ano, troca a Praia Formosa, na ilha de Santa Maria, pelos ecrãs.

A pandemia de covid-19 motivou a mudança de paradigma na edição deste ano do certame.

Em termos musicais, o festival arranca com a cantora mariense Isabel Mesquita, a que se segue a ‘dance music’ de Jungle by Night e DJ Wise Guy.

No segundo dia, na quinta-feira, atuam Miramar, que junta as guitarras de Peixe e Frankie Chavez, Santrofi, que traz “os ritmos contagiantes do Gana”, e o DJ Alex Moon.

Na sexta-feira, os Barmer Boys invadem os ecrãs com “folk contemporâneo do Rajastão”, e a banda brasileira Francisco, el Hombre juntam ao folk um pouco de rock e música mexicana, para abrir caminho à música de dança improvisada dos Voyagers.

O festival encerra com as atuações dos alemães Le Fly, o reggae de Julian Marley, filho de Bob Marley, e “os sons pesados” de Empty V vs Nuno Calado.

Ao longo dos quatro dias, é possível ouvir, a partir das 21:30, as “Spirrit Talks”, conversas que abordam “diferente visões do festival”, e que convidam nomes como Carlos Elias, Zé Maria Bairos, Luís Bettencourt, Antoine de la Borde, Alvarinho, Mário Laginha e Zeca Medeiros, mas contam, também, com vários responsáveis pela organização do festival.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.