Festival do Ananás dos Açores homenageia produtores

Festival do Ananás dos Açores homenageia produtores

 

Lusa/AO Online   Regional   11 de Ago de 2018, 19:00

A homenagem aos produtores é um dos objetivos do Festival do Ananás, que se realiza no fim de semana na ilha de São Miguel.

Os participantes nesta iniciativa da Aturculdesp-Associação Turística, Cultural e Desportiva da Fajã de Baixo, em parceria com a junta de freguesia local, vão poder assistir a uma palestra sobre a cultura do fruto nos Açores, que se concentra apenas na ilha de São Miguel.

O ananás dos Açores, que beneficia da denominação de origem protegida, tem a particularidade de ser produzido em estufas de vidro utilizando técnicas de cultivo tradicionais, como a aplicação de "fumos" e "camas quentes" à base de matéria vegetal.

A cultura foi introduzida em São Miguel no século XIX, sendo comercializado na Europa há mais de um século.

Além das mostras de produtos locais e de artesanato, Hélder Matos, presidente da Aturculdesp informou que o certame vai promover degustações que terão como base o ananás, tendo como protagonistas “chefs” de unidades hoteleiras de cinco estrelas de Ponta Delgada, a par de momentos musicais.

O responsável da Aturculdesp destacou, ainda, a prova de cocktails e a exibição de vídeos que revelam todo o processo de cultura do ananás.

A maior parte da produção de ananás dos Açores está concentrada na Fajã de Baixo, existindo nesta freguesia, no concelho de Ponta Delgada, um centro de interpretação desta cultura, visando “fixar a memória histórica da atividade e promover o aproveitamento turístico das suas características únicas".

Além da narração da história da cultura do ananás, no espaço os visitantes podem conhecer os factos e a evolução tecnológica que levaram à obtenção do “melhor ananás do mundo”.

Na última década desapareceram inúmeras estufas devido à pressão da construção civil, surgindo agora o fruto em maior quantidade no mercado com o crescimento do turismo.

O ananás dos Açores é um produto sazonal que vende 40 a 50% da sua produção em dezembro, algo que se tem vindo a alterar com o turismo.

O volume de ananás dos Açores ronda as mil toneladas, assegurando a cooperativa Profrutos, com cerca de 200 produtores associados, cerca de 40% deste total.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.