Motores

Fernando Peres quer ganhar Grupo N no Rali de Mortágua

Fernando Peres quer ganhar Grupo N no Rali de Mortágua

 

Arthur Melo/Lusa   Motores   24 de Out de 2008, 11:21

O piloto do “Açores Team” pretende alcançar uma boa posição em termos da classificação geral mas o seu principal objectivo é ser o primeiro entre os concorrentes da Produção, elegendo como seu adversário Adruzilo Lopes
A dupla Fernando Peres - José Pedro Silva, em Mitsubishi Lancer EVO IX, do “Açores Team”, marca presença na penúltima prova do Campeonato de Portugal de Ralis, o Rali de Mortágua, que decorre hoje e amanhã, percorrendo as classificativas de asfalto muito técnicas daquela zona.
A dupla do norte do país apenas tem em mente o campeonato de Produção e para atingir os objectivos Fernando Peres sublinha que a conquista do mesmo apenas depende do desempenho que tiver na prova.
“O objectivo é vencer na Produção. Naturalmente que tentaremos obter a melhor posição possível à geral, mas sem comprometer a classificação no grupo. Temos sido regularmente mais rápidos que o Adruzilo Lopes, mas um furo na Madeira e problemas mecânicos nos Açores e no Rali do Centro atrasaram-nos na classificação. A duas provas do final do campeonato não há margem para erros ou falhas”, refere o piloto do “Açores Team”.
Após os tradicionais reconhecimentos aos troços da prova do Clube Automóvel do Centro, a dupla nortenha reforça a confiança na obtenção de um bom resultado.
“O traçado é igual ao dos anos anteriores. Pequenas alterações no piso ou nas bermas são as diferenças a registar. Conseguimos aproveitar bem as 10 horas de reconhecimentos disponíveis. A única novidade será a super especial de sexta à noite (hoje pelas 19h40). No ano passado andámos numa luta interessante com o Mex dos Santos. Andou-se muito depressa. Estamos curiosos para comparar os tempos deste ano com os de 2007. Esperamos que o tempo esteja bom como no ano passado. No sábado lá estaremos para atacar as classificativas” da penúltima prova do campeonato.


Bruno Magalhães estuda IRC
O piloto português Bruno Magalhães, bicampeão nacional de ralis, está a desenvolver esforços para reunir meios financeiros que permitam competir no IRC (International Rally Challenge) em 2009.
Bruno Magalhães disse à Agência Lusa que “é uma ambição” da sua equipa, Peugeot Total, “tentar outros voos”, estando “a reunir o ‘budget’ para poder participar em provas do IRC além-fronteiras, um campeonato com muita exposição mediática e que está a ganhar uma grande importância”. Apesar de salientar que “a situação não é a mais indicada”, Bruno Magalhães frisou que acredita “no projecto da Peugeot Total para 2009”, que “é bastante válido”, pelo que manifestou confiança na concretização do desejo de competir nas nove provas que integram o calendário de 2009 do IRC.
O piloto português acentuou que sentiu efectiva necessidade “de novos desafios a partir do momento em que conquistou o bicampeonato”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.