“Estamos a marcar uma posição incontornável na gestão da política da Paisagem”

“Estamos a marcar uma posição incontornável na gestão da política da Paisagem”

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   20 de Fev de 2019, 17:07

A secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro, afirmou que o Governo dos Açores está “a marcar uma posição incontornável na gestão da política de Paisagem”, destacando, como prova disso, o facto de a Paisagem da Cultura da Vinha do Pico ter ganho o Prémio Nacional de Paisagem 2018.

“Com estas políticas públicas de incidência territorial, damos passos firmes na preservação do nosso património natural e cultural, ao mesmo tempo que apostamos num desenvolvimento sustentado”, disse Marta Guerreiro, citada em nota do executivo, aquando da cerimónia de entrega do Prémio Nacional da Paisagem 2018, promovida pelo Ministério do Ambiente

A governante frisou a “enorme satisfação” pela Paisagem da Cultura da Vinha da ilha do Pico ter sido a vencedora, “o que muito nos orgulha” e faz com que os Açores, uma vez mais, “sejam distinguidos a nível nacional pela qualidade dos seus recursos e, simultaneamente, pelas políticas levadas a cabo pelo Governo Regional”.


Segundo a secretária regional, a Paisagem da Cultura da Vinha tem sido “o palco de um processo absolutamente extraordinário de implementação, com sucesso reconhecido, das políticas de ordenamento do território, de paisagem e de conservação da natureza”.

 
O Museu do Vinho, a sede do Parque Natural, o Gabinete Técnico da Vinha, o Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha, ou a Casa dos Vulcões, que se prevê que entre em funcionamento já no próximo mês de maio, são alguns dos exemplos.


Refira-se que a Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico sagrou-se vencedora de entre os 27 projetos de todo o país, fruto de um consenso do júri, pela sua qualidade e exemplo de uma correta implementação da Convenção Europeia da Paisagem, da Política Nacional de Arquitetura e da Paisagem e da Política de Ordenamento do Território dos Açores.


Será, ainda, a representante de Portugal na 6.ª edição (2018/2019) do Prémio da Paisagem do Conselho da Europa, que visa distinguir a implementação de uma política ou de medidas de proteção, gestão e/ou ordenamento da paisagem que constituam uma boa prática de sensibilização e participação pública.
   



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.