Ambiente

Espumas junto à Lagoa das Furnas

Espumas junto à Lagoa das Furnas

 

Paulo Faustino   Regional   27 de Nov de 2009, 14:06

As chuvas e sobretudo os ventos fortes que se abateram sobre São Miguel nos últimos dias provocaram ondulação na Lagoa das Furnas que acabou por revolver os nutrientes dentro de água.
Em resultado disso, esses nutrientes foram arrastados para as margens da lagoa, acumulando-se sob a forma de espuma e libertando maus cheiros.

O director regional do Ordenamento do Território e dos Recursos Hídricos, João Luís Gaspar, diz que esta situação depende das condições meteorológicas (precipitação, intensidade da radiação solar e ventos) e antropogénicas (adubagens) “localizadas no tempo e no espaço”.


Leia esta notícia na íntegra no jornal Açoriano Oriental de sexta-feira, 27 de Novembro de 2009.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.