Enfermeiros açorianos acompanham greve nacional nos dias 22 e 23 de março

Enfermeiros açorianos acompanham greve nacional nos dias 22 e 23 de março

 

Miguel Bettencourt Mota   Regional   21 de Mar de 2018, 16:57

Os enfermeiros açorianos que são associados do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) vão aderir à greve nacional convocada por aquela estrutura sindical para esta quinta e sexta-feira.

A informação foi dada pelo coordenador regional do SEP nos Açores, em declarações à rádio Açores-TSF, dando nota dos motivos que motivam a paralisação.

Como disse Francisco Branco, em termos nacionais destaca-se o facto de o Governo da República não ter procedido "ao início da revisão da carreira de enfermagem", bem como à reposição das 35 horas semanais aos enfermeiros que se encontram com contrato individual de trabalho e "continuam nos hospitais a trabalhar 40 horas".

Refere o coordenador sindical que a greve nos Açores acompanha essas "mesmas razões", mas também encontra justificação na "teima" do secretário regional da Saúde em não se reunir com aquela delegação do SEP para discutir os problemas da carreira e a respetiva remuneração .

Além disso, prosseguiu Francisco Branco, a adesão também está ligada a uma "dívida antiga" que o Serviço Regional de Saúde tem para "com cerca de 800 ou 900 enfermeiros" e que ascende, pelas contas do sindicato, "a 4,5 milhões de euros".

O representante do SEP nos Açores está "em crer que haverá uma boa adesão" e igualmente seguro que "as situações emergentes e de serviço de urgência estarão devidamente acauteladas.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.