Enfermeiro suspenso por alegado abuso sexual de utentes do hospital


 

Lusa / AO online   Nacional   13 de Ago de 2010, 18:06

O director clínico do Hospital de Santarém confirmou esta sexta-feira a suspensão de um enfermeiro devido a queixas de abuso sexual apresentadas no ano passado por duas mulheres.
José Marouço disse que assim que recebeu a primeira queixa, a direcção do hospital “tomou as providências necessárias para defender as utentes, a instituição e o próprio enfermeiro, que até prova em contrário era inocente”.

O homem, de 29 anos, foi então colocado “em funções que pareceram adequadas” à administração do hospital, tendo sido “mudado de serviço e de funções”, deixando de ter contacto com utentes mulheres.

Em Junho último, o hospital foi informado pelo Tribunal de Santarém de que tinha sido determinada a suspensão de funções ao enfermeiro, o que aconteceu, afirmou.

“Para decidir a suspensão foi porque o Tribunal encontrou razões para o fazer”, acrescentou.

José Marouço afirmou que em seis anos de pertença ao conselho de administração do Hospital de Santarém este foi o primeiro caso relatado, o que o leva a concluir que se trata de uma situação “excepcional”.

Uma outra situação de abuso, denunciada por uma utente em 2004, envolveu um maqueiro que foi condenado no ano passado a uma pena suspensa de um ano e dois meses e ao pagamento de uma indemnização de 2500 euros à queixosa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.