Eduardo dos Santos reafirma compromisso internacional de combate ao crime organizado

Eduardo dos Santos reafirma compromisso internacional de combate ao crime organizado

 

Lusa/AO online   Internacional   18 de Out de 2011, 13:59

O Presidente da República angolano, José Eduardo dos Santos, reafirmou hoje o compromisso de Angola com a comunidade internacional na luta contra o crime organizado, no discurso sobre o estado da Nação proferido hoje na Assembleia Nacional

"Angola continuará a cooperar com a comunidade internacional na luta contra o terrorismo e as redes criminosas, o branqueamento de capitais, o tráfico de seres humanos e de substâncias psicotrópicas", disse José Eduardo dos Santos.

Na parte do discurso dedicada à política externa, o chefe de Estado angolano defendeu "o diálogo e a negociação como princípios para a busca de uma solução pacífica para todas as divergências e contradições que possam surgir no plano internacional".

Uma posição "cada vez mais relevante numa conjuntura mundial em que qualquer crise atinge logo uma dimensão global e em que se volta a privilegiar a imposição e a ameaça da força para se resolverem os conflitos internos ou inter-estatais de países soberanos", sustentou.

José Eduardo dos Santos reafirmou ainda o compromisso de Angola no cumprimento das "obrigações" e "responsabilidades no quadro dos conjuntos económicos e políticos" a que o país pertence, como a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) ou a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Garantiu que, "tal como no passado", Angola não permitirá "nunca a ingerência de entidades ou governos estrangeiros nos assuntos internos".

"Defenderemos a nossa soberania e integridade territorial, as nossas opções políticas e económicas e a nossa identidade como nação, colocando acima de tudo os superiores interesses do povo angolano", concluiu.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.