Editora de jornais homossexuais encerrada


 

Lusa / AO online   Internacional   17 de Nov de 2009, 10:58

A maior editora de jornais dirigidos à comunidade homosexual foi encerrada.
Laura Douglas-Brown, editora do jornal Southern Voice, Atlanta, disse segunda-feira que chegou ao trabalho e descobriu que as fechaduras tinham sido mudadas e uma nota a dar conta de que a empresa-mãe, Window Media LLC, tinha sido encerrada também.

A editora disse ainda que as outras publicações, incluindo Washington Blade, Houston Voice e South Florida Blade, também foram fechadas.

"Do meu entender, não há dinheiro para manter estas empresas a funcionar. Disseram-nos que as empresas iam ser vendidas. O facto de estarmos encerrados é um completo choque", afirmou Laura Douglas-Brown.

Os problemas financeiros do grupo devem-se a vários factores: além da queda das receitas publicitárias que afecta toda a indústria, as publicações generalistas estão a escrever cada vez mais sobre temas homossexuais, o que reduz a dependência deste nicho de mercado.

Steven Myers, co-presidente da Window Media em Washington, rejeitou comentar a situação, remetendo quaisquer declarações para mais tarde.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.