Desmantelada rede de venda de estupefacientes em Rabo de Peixe

Desmantelada rede de venda de estupefacientes em Rabo de Peixe

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   24 de Abr de 2019, 15:14

A Divisão Policial de Ponta Delgada, através de elementos da Esquadra de Investigação Criminal, desmantelou uma rede de venda e distribuição de estupefacientes que operava na Vila de Rabo de Peixe, concelho da Ribeira Grande.



De acordo com comunicado do Comando Regional dos Açores da PSP, no âmbito de uma investigação por suspeitas da prática do crime de tráfico de estupefacientes, foram detidos na terça-feira, cinco homens, com idades entre os 29 e os 44 anos e realizadas um total de sete buscas domiciliárias e quatro buscas não domiciliárias, das quais resultou a apreensão de cerca de 1025 doses de cocaína, duas viaturas, 15.270 euros em numerário, vários equipamentos de comunicações, uma balança de precisão e outros artigos relacionados com o ilícito em investigação.


Presentes à Autoridade Judiciária foram aplicadas a três dos detidos as medidas de coação de apresentações na Esquadra da sua área de residência e a dois dos detidos a medida de coação de prisão preventiva.


O Comando Regional dos Açores da PSP, refere ainda que a investigação em causa decorria há cerca de oito meses, e que envolveu diversas valências policiais, nomeadamente Equipas de Intervenção Rápida e binómios cinotécnicos da Força Destacada da Unidade Especial de Polícia.


De salientar que no âmbito da mesma investigação foram detidos, no último mês, outros dois homens, um dos quais sujeito à medida de coação de prisão preventiva e outro a apresentações diárias na Esquadra da sua área de residência, suspeitos de em conjugação de esforços com os agora detidos, participarem também na atividade ilícita em investigação, tendo na altura da sua detenção sido apreendidas 2000 doses individuais de haxixe e 23 de cocaína.


“É convicção desta Polícia que com a presente investigação foi possível fazer cessar uma intensa atividade ilícita de venda de estupefacientes que se desenvolvia na Vila de Rabo de Peixe e onde se dirigiam inúmeros consumidores de diversos locais da ilha de São Miguel e desta forma aumentar o sentimento de segurança das populações, constituindo-se o combate ao tráfico de estupefacientes, atento os efeitos danosos para a saúde pública, uma prioridade na intervenção da Polícia de Segurança Pública”, finaliza o comunicado.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.