Terrorismo

Cuba contra inclusão na lista negra dos EUA


 

Lusa / AO online   Internacional   6 de Jan de 2010, 10:47

O Governo cubano de Raul Castro anunciou ter protestado na terça-feira junto do chefe da Secção de Interesses norte-americana em Havana contra a inclusão deste país na lista de passageiros a vigiar elaborada pelos Estados Unidos.
"Hoje à tarde, o Ministério das Relações Exteriores convocou o chefe da Secção de Interesses dos Estados Unidos em Havana e o chefe da Secção de Interesses de Cuba em Washington pediu para ser recebido no Departamento de Estado", refere um comunicado do ministério cubano.

"O objectivo foi apresentar uma nota de protesto contra a inclusão de Cuba numa lista de 14 países cujos cidadãos serão sujeitos a medidas suplementares de controlo de segurança, de carácter discriminatório e selectivo, ao tomarem o avião com destino aos Estados Unidos", lê-se na nota.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.