Coro de Vila Real troca música por donativos para ajudar famílias carenciadas


 

Lusa/AO online   Nacional   24 de Dez de 2013, 09:57

O Coro Misto de Mouçós, Vila Real, troca neste mês de dezembro música por donativos em dinheiro, alimentos ou vestuário, para distribuir por famílias carenciadas do concelho transmontano, disse fonte da organização.

 

Rui Fraguito, membro do coro, afirmou à agência Lusa que o coro lançou há cerca de 15 anos a iniciativa “Presépio Solidário” com o objetivo de ajudar as pessoas mais necessitadas. Na altura, segundo explicou, existiam menos associações de apoio, mas também menos carenciados.

A iniciativa repete-se em todas as épocas natalícias, promovendo campanhas associadas ao ano europeu em causa e envolvendo cada vez mais entidades e ajudando cada vez mais pessoas. Este ano assinala-se o Ano Europeu das Comunidades.

Em 2013, a campanha denomina-se “O meu menino Jesus”. Durante o mês de dezembro e até ao Dia de Reis, já em janeiro, o Coro Misto de Mouçós faz 10 concertos pelo concelho, conjuntamente com outras organizações, como bandas de música.

O bilhete de entrada “custa” um donativo, que pode ser em dinheiro, bens alimentares, vestuário ou até apadrinhamento de crianças ou de animais e, em troca, quem ajuda recebe também um menino Jesus para o seu presépio.

Em Mouçós, este ano, os donativos vão reverter para a compra de material ortopédico que estará ao serviço da comunidade.

Rui Fraguito referiu que este projeto solidário ajuda cerca de “200 a 400” pessoas do concelho de Vila Real e explicou que a distribuição dos bens é feita em colaboração com os centros paroquiais e instituições das freguesias envolvidas.

Segundo salientou, atualmente são 15 associações e quase mil pessoas do concelho a trabalhar neste projeto.

O Coro Misto possui 35 membros efetivos e conta com o apoio de cerca de 100 voluntários.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.