Concentração de professores marcada por identificação de participantes feita pela PSP

Concentração de professores marcada por identificação de participantes feita pela PSP

 

Lusa/AO online   Regional   14 de Set de 2011, 08:47

A PSP identificou ontem os docentes que participavam numa concentração de professores junto à Escola Básica e Integrada dos Arrifes, em Ponta Delgada, afirmou Fernando Marta, da denominada Comissão Representativa de Professores e Educadores Desempregados de S. Miguel.

“Agentes da PSP vestidos à civil pediram documentos de identificação aos professores, que podiam ser perfeitamente professores que saíram da escola para fumar", frisou, acrescentando não entender esta iniciativa das autoridades já que "não foi colocada em causa a via pública".

Fernando Marta salientou que se tratava de um protesto “simbólico e pacifico” junto a uma das escolas que, segundo os promotores da iniciativa, não contratou todos os professores que solicitou à tutela.

“Viemos para fazer ver à diretora regional e à secretária regional da Educação que o que foi dito sobre os professores necessários estarem todos colocados é falso porque esta escola, à semelhança de outras que vamos denunciar nos próximos dias, pediu mais professores do que aqueles que tem", afirmou.

Nesse sentido, adiantou que a comissão "sabe de um pedido de seis professores de educação especial que não foram colocados”.

Fernando Marta salientou que o executivo regional “não pode andar a anunciar que tem umas finanças públicas muito saudáveis e depois não colocar professores nas escolas, pondo em causa a educação, que é o pilar de qualquer nação, estado ou região".

"Não quero acreditar que a secretária [regional da Educação] não volte atrás e não coloque nas escolas os professores que são realmente necessários, porque se não vamos estar a trocar educação por ignorância e julgo que o governo regional não quer isso”, acrescentou.

Os professores desempregados de S. Miguel já se tinham manifestado no sábado junto às Portas da Cidade, em Ponta Delgada, pretendendo com a iniciativa de hoje contestar as declarações da diretora regional de Educação, que assegurou terem sido colocados todos os docentes necessários nas escolas do arquipélago.

A Comissão Representativa de Professores e Educadores Desempregados de S. Miguel convocou para quarta-feira um novo protesto, desta vez em frente à Escola Básica Integrada da Ribeira Grande.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.