CDS e PSD criticam SATA e Governo dos Açores por causa da operação Terceira-Porto

CDS e PSD criticam SATA e Governo dos Açores por causa da operação Terceira-Porto

 

Lusa/Ao online   Regional   4 de Ago de 2018, 12:24

O CDS/Açores e o PSD/Açores manifestaram-se críticos da operação da SATA entre a ilha Terceira e o Porto, com a companhia a programar voar para esta cidade no mesmo dia em que a Ryanair voa.

A primeira crítica partiu do CDS/Açores, liderado por Artur Lima, que na sexta-feira havia já declarado "não entender a opção da SATA, que não devia voar às terças-feiras para o Porto, mas sim às segundas-feiras ou quintas-feiras, de modo a que os terceirenses tivessem mais soluções de mobilidade para o exterior".

Os centristas dizem que vão propor que a SATA voe outro dia para o Porto, tendo já enviado um requerimento para a Assembleia Legislativa dos Açores a pedir esclarecimentos ao Governo Regional.

Hoje, o PSD/Açores, presidido por Duarte Freitas, mostrou-se também contrário a esta decisão.

"O Governo Regional está desorientado em matéria de transportes aéreos para a Terceira. Afinal, a decisão de retomar a rota foi tomada seis meses depois de garantirem que a mesma não era rentável. E agora prevê-se que as viagens - no próximo inverno IATA - se realizem à terça feira, precisamente um dos dois dias da semana em que a Ryanair faz aquela ligação", dizem os sociais-democratas eleitos pela Terceira.

E concretizam: "Não faz sentido voar no mesmo dia que uma companhia 'lowcost', que certamente apresenta tarifas muito mais vantajosas, ainda mais numa ligação que a SATA vai efetuar uma única vez por semana".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.