Câmara de Ponta Delgada defende criação de um roteiro de baleação

Câmara de Ponta Delgada defende criação de um roteiro de baleação

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   30 de Jul de 2018, 12:10

A Câmara Municipal de Ponta Delgada defende a recuperação do património baleeiro existente no concelho e na ilha de São Miguel e neste sentido, o presidente da autarquia apela à criação de um roteiro de baleação e da identidade cultural a ela associada.

Numa intervenção proferida na vila baleeira de Capelas, onde foi inaugurada a obra de requalificação da zona das Pias, executada no âmbito do Orçamento Participativo de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, citado numa nota de imprensa, afirmou ser importante resgatar o património ligado à baleação na ilha. Isto atendendo à sua tradição, com “levantamento cultural e patrimonial, resgate museológico com os equipamentos, a arte e os testemunhos dos baleeiros e de todos os que andaram na faina e também através da valorização das terras onde ainda existem evidências desta prática”, como é o caso das Capelas.


A obra de requalificação da zona das Pias foi um projeto proposto por Nuno Costa, Rui Sousa e Sérgio Alves e orçado em 75 mil euros, vem “resgatar a memória e a identidade de um povo” e, ao mesmo tempo, “potenciar uma atividade de atração para turistas e visitantes”, disse o presidente.

Os painéis informativos das Pias, com textos da autoria de André Viveiros, apresentam-se em bilingue (português e inglês), contribuindo para uma “contemplação informada”.

A obra inclui a requalificação das antigas pias e fontanário, a pavimentação de pequeno troço do arruamento de acesso às pias com paralelepípedos de pedra basáltica, a criação de local de lazer com mesas e bancos para merenda, a criação de dois pequenos miradouros para contemplação da costa e ainda a colocação de placas informativas com a história do local.

Mandado construir pela Câmara Municipal em 1865, o sistema de abastecimento de água era composto por aqueduto, fontanário de duas bicas e 18 pias de lavagem de roupa.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.