74ª Volta a Portugal em bicicleta

Bandeiras ao alto à passagem da Volta

Bandeiras ao alto à passagem da Volta

 

Redação AO/LUSA   Outras modalidades   24 de Ago de 2012, 12:10

Bandeiras e mais bandeiras, mas só uma, a de Portugal, se ergue bem alto nas bermas das estradas que acolhem todos os dias o pelotão da 74.ª Volta a Portugal em bicicleta.

Diz-se que a Volta a Portugal é a prova de todos os portugueses e não há como negá-lo: à passagem do pelotão, a vibração toma conta dos adeptos que, como gesto de gratidão ao espetáculo gratuito, respondem exibindo o símbolo de orgulho.

Bandeiras na estrada há muitas, dos mais diversos tamanhos e feitios, mas as que reinam são as vermelhas e verdes. Quinas ao meio, vozes bem afinadas e o grito por Portugal faz-se ouvir nas gargantas e nas mãos que as seguram.

Há miúdos pequenos, que ostentam cartazes pintados à pressa, com uma bandeira em rascunho, há famílias aos pares, que seguram entusiasmadas o símbolo da nação, há quem fotografe e a queira ter por perto.

Hoje, em dia de Torre, etapa rainha da Volta a Portugal, será certamente uma constante, porque, independentemente de tudo, o favoritismo dos portugueses recairá sempre num compatriota. Hugo Sabido, Sérgio Ribeiro, Rui Sousa, tanto faz, desde que seja a bandeira portuguesa a elevar-se.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.