40.415 alunos entraram na 1.ª fase de concurso, número mais baixo dos últimos anos

40.415 alunos entraram na 1.ª fase de concurso, número mais baixo dos últimos anos

 

Lusa/AO Online   Nacional   9 de Set de 2012, 11:34

Cerca de 90 por cento dos candidatos ao ensino superior entraram na Universidade, com 40.415 alunos colocados na primeira fase, o número mais baixo dos últimos seis anos, indicam os dados do Ministério da Educação e Ciência

 

Neste ano letivo, o número de candidatos - 45.078 - foi também o mais baixo dos últimos seis anos, ficando por colocar 4.663 alunos, segundo os números hoje divulgados.

O número de colocados desceu em relação a 2011/2012, quando 90,5% das vagas ficaram preenchidas na primeira fase.

Na primeira fase entraram este ano 89,6% do total de candidatos; destes, 54% entraram no curso que escolheram como primeira opção, menos quatro por cento que no ano letivo passado.

Dos colocados, 21% entrou para a segunda opção escolhida e 12% para a terceira opção.

Das 52.298 vagas disponíveis este ano, ficaram por preencher 12.306, o número mais alto desde 2005. As vagas utilizadas atingiram as 39.992, com 423 adicionais.

O Ministério esclareceu num comunicado que acompanha a divulgação dos resultados que 162 das vagas adicionais foram criadas para admitir alunos do ensino recorrente que recorreram aos tribunais e que entraram na Universidade só com as notas finais do secundário, sem fazer exames nacionais.

Os números de acesso à primeira fase do concurso estão disponíveis na página de Internet da Direção-Geral do Ensino Superior, em https://www.dges.mctes.pt.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.