Vasco Cordeiro reclama "vitória muito saborosa" do PS/Açores

Vasco Cordeiro reclama "vitória muito saborosa" do PS/Açores

 

Lusa/AO online   Regional   30 de Set de 2013, 00:16

O presidente do PS/Açores, Vasco Cordeiro, considerou que o partido obteve uma "vitória muito saborosa" no domingo ao conquistar 13 dos 19 concelhos da região, mais um do que em 2009, desvalorizando a derrota em Ponta Delgada.

Vasco Cordeiro, que é também presidente do Governo Regional dos Açores, destacou, em declarações aos jornalistas em Ponta Delgada, na sede do PS na região, que os socialistas conseguiram aumentar de 12 para 13 o número de câmaras que tinham no arquipélago, conquistando inclusivamente autarquias que nunca o PS liderou, como as Lajes das Flores e Nordeste (ilha de S. Miguel).

“Desse ponto de vista, é também ela uma vitória muito saborosa”, disse o presidente do PS/Açores, sublinhando que cumpriu os objetivos para estas eleições que tinha estabelecido em janeiro, quando assumiu a liderança do partido.

“Os resultados saldam-se numa grande vitória do PS/Açores”, insistiu, desvalorizando, em resposta a questões dos jornalistas, a derrota em Ponta Delgada, a maior autarquia dos Açores, que se manteve em mãos do PSD e onde os socialistas tinham apresentado um candidato de peso, José Contente, ex-secretário regional de diversos governos de Carlos César.

Vasco Cordeiro desvalorizou também a derrota na Ribeira Grande (S. Miguel), uma das maiores autarquias dos Açores, que os socialistas perderam para o PSD e que foi uma das surpresas da noite eleitoral no arquipélago.

Vasco Cordeiro disse analisar estes resultados em Ponta Delgada (ainda provisórios no momento em que falava) “da mesma forma” que analisa os resultados nos outros concelhos, insistindo sempre na “grande vitória” alcançada pelos socialistas no conjunto do arquipélago. Para o presidente do PS/Açores, as derrotas e as vitórias foram sempre do partido em todos os 19 concelhos.

Estas foram as primeiras eleições que Vasco Cordeiro enfrentou desde que tomou posse como presidente do Governo Regional, em novembro passado, e como líder do PS/Açores.

Nas eleições de domingo, e ainda sem serem conhecidos os resultados finais em Ponta Delgada, o PS conquistou 13 câmaras nos Açores, o PSD quatro (menos duas do que em 2009), o CDS-PP uma (Velas) e um movimento independente também uma (Calheta).

Apesar de ainda não serem conhecidos os resultados finais em Ponta Delgada, o candidato do PSD já reclamou vitória e o do PS já reconheceu a derrota.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.