Ucrânia

Timochenko acusa presidente de começar a usar métodos ditatoriais


 

Lusa / AO online   Internacional   3 de Mai de 2010, 18:02

A antiga primeira-ministra e dirigente da oposição ucraniana Iulia Timochenko acusou esta segunda-feira o presidente, Viktor Ianukovitch, de recorrer a métodos característicos das ditaduras.
As autoridades "não discutem com a sociedade civil, não consultam a oposição, utilizam a força para intimidar" os adversários, acusa Timochenko numa declaração publicada no seu 'site'.

"Um dos métodos utilizados é pôr as pessoas atrás das grades. São métodos de uma ditadura e hoje Ianukovitch começa a utilizá-los", apontou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.