Taxa de desemprego cai para 6,6% em dezembro e terá subido para 6,7% em janeiro

Taxa de desemprego cai para 6,6% em dezembro e terá subido para 6,7% em janeiro

 

Lusa/AO Online   Economia   28 de Fev de 2019, 11:29

A taxa de desemprego de dezembro de 2018 caiu para 6,6%, uma redução de 1,3 pontos percentuais face ao mesmo mês de 2017 e terá aumentado em janeiro para 6,7% segundo o INE.

Assim, o Instituto Nacional de Estatística adiantou que “a taxa de desemprego situou-se em 6,6%, menos 0,1 pontos percentuais (p.p.) que o valor do mês anterior, igual ao valor de três meses antes e menos 1,3 p.p. que no mesmo mês de 2017”.

A entidade referiu ainda que “comparando com o mês precedente, a população desempregada diminuiu 0,4% (1,5 mil pessoas) e a população empregada aumentou 0,4% (18,4 mil)”.

O INE revelou também que “a estimativa provisória da taxa de desemprego de janeiro de 2019 é 6,7%, tendo aumentado 0,1 p.p. em relação ao mês anterior”.

De acordo com a estimativa provisória do INE, em janeiro deste ano, “a população empregada correspondeu a 4.849,3 mil pessoas, tendo aumentado 0,2% (7,5 mil) em relação ao mês anterior (dezembro de 2018), 0,5% (26,4 mil) em relação a três meses antes (outubro de 2018) e 1,5% (72,1 mil) em comparação com o mesmo mês de 2018”.

No mesmo mês, “a população desempregada – cuja estimativa provisória foi de 347,9 mil pessoas – aumentou 1,0% (3,6 mil) em relação ao mês anterior (dezembro de 2018) e 1,4% (4,8 mil) relativamente a três meses antes (outubro de 2018), tendo diminuído 14,0% (56,7 mil) em comparação com o mês homólogo”.

De acordo com o organismo, em janeiro, “as taxas de desemprego dos jovens e dos adultos foram estimadas em 17,8% e 5,8%, respetivamente. Em relação ao mês precedente, a primeira diminuiu 0,3 p.p., enquanto a segunda aumentou 0,1 p.p.”, lê-se na mesma nota.

O INE revelou ainda que em dezembro do ano passado a população ativa foi estimada “em 5.186,1 mil pessoas e aumentou 0,3% (16,8 mil) em relação a novembro de 2018, 0,5% (26,8 mil) relativamente a três meses antes (setembro de 2018) e 0,1% (6,7 mil) em comparação com o mesmo mês de 2017”.

Para o primeiro mês deste ano, o Instituto estimou uma população ativa "de 5.197,2 mil pessoas" que aumentou "em relação aos três períodos de comparação: 0,2% (11,1 mil) relativamente ao mês anterior (dezembro de 2018), 0,6% (31,2 mil) em relação a três meses antes (outubro de 2018) e 0,3% (15,4 mil) comparando com o mês homólogo de 2018”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.