Guantánamo

Supremo dos EUA vai apreciar recurso de detidos

Supremo dos EUA vai apreciar recurso de detidos

 

Lusa / AO online   Internacional   20 de Out de 2009, 16:24

O Supremo Tribunal dos Estados Unidos aceitou apreciar o recurso apresentado por detidos de Guantánamo que pretendem ser libertados em território norte-americano, uma decisão que pode atrasar a promessa de Barack Obama de encerrar o campo.
Esta é a quarta vez que a mais alta instância judicial dos Estados Unidos aprecia um recurso apresentado por detidos do campo de detenção para suspeitos de terrorismo desde que este abriu, em Janeiro de 2002. Nos processos anteriores, o Supremo Tribunal deu sempre razão aos detidos.

O Presidente norte-americano, Barack Obama, prometeu encerrar o campo até cumprir um ano de mandato, a 20 de Janeiro de 2010, embora fontes da administração já tenham admitido que pode não ser possível fazê-lo nessa data.

O recurso agora em causa foi apresentado por um grupo de detidos chineses uigures que querem ser libertados nos Estados Unidos na ausência de um terceiro país que os acolha. Um tribunal ordenou, há um ano, a sua libertação em solo norte-americano, mas a decisão foi revogada por um tribunal federal que considerou o primeiro tribunal não competente para tomar uma tal decisão.

Os detidos em causa permanecem, por isso, detidos em Guantanamo, apesar de já terem sido ilibados pelo Pentágono.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.