Liga de Futebol

Sporting consegue um ponto em Matosinhos

Sporting consegue um ponto em Matosinhos

 

Lusa/AO   Futebol   24 de Nov de 2007, 20:41

Um golo de Purovic, a dois minutos do fim do tempo regulamentar, permitiu ao Sporting empatar no terreno do Leixões
Um golo de Purovic, a dois minutos do fim do tempo regulamentar, permitiu ao Sporting empatar no terreno do Leixões (1-1), em jogo a contar para a 11ª jornada da Liga portuguesa de futebol. A equipa lisboeta soma o segundo jogo consecutivo para o campeonato sem vitórias, depois da goleada sofrida em Braga (3-0), mas evitou uma derrota que parecia certa face ao autogolo de Abel, aos 14 minutos.
Os "leões" tiveram mais posse de bola ao longo de todo o encontro, mas não conseguiram chegar à vitória muito por culpa das intervenções do guarda-redes leixonense Beto, que evitou por duas vezes golos certos.
Na baliza do Sporting, a titularidade do jovem Rui Patrício em detrimento de Tiago foi a grande surpresa no "onze" lisboeta, que apresentou Liedson como único ponta de lança.
Carlos Brito, técnico do Leixões, optou por deixar no banco os internacionais sub-21 Vieirinha e Paulo Machado, dando a iniciativa de jogo ao Sporting, e apostando no contra-ataque como arma principal. 
A equipa da casa chegou à vantagem no primeiro lance de perigo que criou, aos 14 minutos: Jorge Gonçalves cruzou na direita, Rui Patrício saiu mal à bola e Abel acabou por empurrar para a própria baliza.
A vantagem do Leixões deixou a nu a fragilidade da defensiva sportinguista, que tremeu nas poucas vezes em que os "bebés" se aproximaram da sua baliza.
Os 15 minutos seguintes ao golo foram os melhores dos locais, com destaque para Jorge Gonçalves, que aos 22 minutos quase se antecipava a Rui Patrício e fazia o 2-0.
Perante a desvantagem, Paulo Bento reagiu e retirou de campo o lateral Ronny (que passava por muitas dificuldades para travar Jorge Gonçalves), lançando Purovic para o apoio a Liedson e deslocando Miguel Veloso para o lado esquerdo da defesa.
A substituição fez bem ao Sporting, que ao actuar com dois pontas de lança obrigou o médio Jorge Duarte a apoiar mais a defensiva da equipa de Matosinhos, oferecendo a superioridade numérica aos lisboetas no miolo do campo. 
Ainda assim, na primeira parte, apenas aos 24 minutos o empate esteve próximo, com Izmailov a ganhar uma bola perdida junto à linha de fundo e a servir Liedson, que viu as pernas de Élvis evitarem o golo.
No segundo tempo de um jogo intenso e com muita luta, disputado sob um critério permissivo de Paulo Paraty, o domínio do Sporting foi total.
A equipa de Alvalade acumulou vários remates à baliza, mas nas melhores ocasiões de golo o guardião Beto levou a melhor, com duas defesas "milagrosas", face a remates de Gladstone (51) e Izmailov (79).
Com Roberto muito sozinho na frente, apenas Ezequias, em arrancada individual, ameaçou Rui Patrício, com um remate aos 77 minutos.
Quando o Leixões parecia estar à beira de segurar a vitória, Abel cruzou na direita para Purovic que, nas alturas, não deu hipótese a Beto, empatando o encontro a dois minutos do fim, e terminando um jejum de 408 minutos do Sporting sem marcar fora de casa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.