Sinistralidade rodoviária diminui 5%


 

Lusa/AO On line   Nacional   25 de Mar de 2010, 05:57

O relatório de sinistralidade de 2009 é apresentado hoje, quando já são conhecidos dados provisórios que apontam para uma diminuição de cinco por cento no número de mortos em acidentes nas estradas portuguesas relativamente a 2008.
 Segundo números provisórios divulgados em janeiro pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), 738 pessoas morreram em Portugal Continental em consequência de acidentes nas estradas, menos 38 que em 2008, quando se registaram 776 vítimas mortais.

Lisboa com 79 mortos, Setúbal 75, Santarém 74 e Porto 73 foram os distritos com mais vítimas.

Já os distritos que registaram menos mortos em 2009 foram Portalegre, com nove, seguido de Bragança, com 10.

Em contrapartida, o número de vítimas mortais provocadas por atropelamentos aumentou quase 36 por cento em 2009 face a 2008 só na área da PSP.

Segundo a PSP, 53 pessoas morreram por atropelamento em 2009, enquanto em 2008 se tinham registado 39 vítimas mortais.

Os dados provisórios da ANSR mostram também que no ano passado se registou uma diminuição dos feridos graves. Ao longo de 2009, ficaram gravemente feridas 2567 pessoas, menos 39 que no ano anterior.

Por sua vez, os feridos ligeiros aumentaram ligeiramente, passando de 41 327 em 2008 para 42 284 em 2009


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.