Selecção portuguesa de andebol estreia-se frente à Letónia


 

Lusa/AOonline   Andebol   24 de Nov de 2008, 14:48

A selecção portuguesa de andebol inicia quarta-feira a qualificação para a fase final do Europeu de 2010, ao receber a congénere da Letónia, na expectativa de quebrar a série de três ausências consecutivas em grandes competições internacionais.
A equipa das "quinas", treinada pelo sueco Mats Olsson, precisa de entrar a vencer o duplo confronto com a Letónia - em Viseu, e, no próximo domingo, em Riga -, pois a concorrência no grupo 6 não permite deslizes.

    "A Letónia é uma selecção que tem algumas virtudes: possui um contra-ataque muito veloz e uma defesa aberta que nos pode criar dificuldades. Precisamos, acima de tudo, de ser inteligentes", observou Olsson à Agência Lusa.

    A França, medalha de ouro olímpica em Pequim2008 e campeã europeia em 2006, assume-se como a principal favorita à vitoria na "poule", mas a República Checa já colocou os gauleses em sentido, ao impor-se em Brno, por 32-29.

    O desaire da França, grande favorita, até pode nem constituir uma perspectiva muito animadora para Portugal, que deverá discutir com os checos o segundo lugar que também permite a qualificação, mas Olsson desvaloriza os desfechos alheios.

    "Não me interessam os resultados dos outros. Interessa-me, isso sim, ganhar os dois jogos com a Letónia, porque neste grupo a mínima falha pode ser comprometedora", advertiu o seleccionador português.

    Apesar da forte oposição, a equipa lusa procura quebrar o ciclo negativo em que se viu mergulhada sob o comando técnico de Olsson, na sequência da renovação operada pelo sueco, que teve a árdua tarefa de substituir a geração de maior sucesso do andebol nacional.

    Portugal atravessa a maior crise de resultados desde que organizou o Europeu de 1994, tendo falhado a participação nas fases finais dos Mundial de 2007 (na Alemanha) e 2009 (Croácia) e do Europeu de 2008 (Noruega).

    "Não sinto qualquer pressão e não utilizo a renovação como desculpa. A verdade é que perdemos com equipas mais fortes do que nós, mas quem conhece a realidade do andebol nos últimos 10 anos sabe que não podemos falar de fracassos", assinalou o seleccionador nacional.

    Num agrupamento em que os dois primeiros classificados se qualificam para o Europeu de 2010, a realizar na Áustria, a República Checa já se colocou em posição privilegiada, na sequência dos triunfos sobre a França e na Letónia (34-31).

    Os checos totalizam quatro pontos, mais dois do que a França e a Letónia, em ambos os casos conquistados perante a frágil representação do Luxemburgo, com vitórias por 30-21 e 31-23, respectivamente.

    Portugal estreia-se quarta-feira no grupo 6, ao receber a Letónia, no Pavilhão Multiusos de Viseu, em jogo com início às 20:30, voltando a defrontar a congénere báltica no domingo, em Riga.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.