“Se o presidente do Governo não aceitar a redução do efetivo vai ser responsabilizado”

“Se o presidente do Governo não aceitar a redução do efetivo vai ser responsabilizado”

 

Luís Pedro Silva   Regional   22 de Abr de 2019, 08:50

Jorge Rita, presidente da Federação Agrícola dos Açores garante que a União Europeia aceita que os produtores reduzem os seus efetivos e mantenham os mesmos apoios. Aplicação da medida depende agora do parecer favorável do Governo Regional dos Açores

Como os produtores de leite estão a viver este momento com as duas maiores fábricas a anunciar a descida do preço do leite?


Este momento está a ser vivido com um grande desanimo. Como presidente da Federação Agrícola dos Açores e produtor de leite considero ser lamentável chegar a esta situação, porque os mercados estão favoráveis e desmentem o que alguns industriais dizem.
A situação que motiva a descida do leite da Unileite tem a ver com situações financeiras internsa o que torna o problema ainda mais preocupante. Havia a expectativa que a Unileite estivesse numa situação financeira positiva, mas infelizmente foi apresentado um resultado negativo. Esta situação vai ser invertida com custos para os produtores.


Pode ler a entrevista na íntegra na edição desta segunda-feira, 22 abril 2019, do jornal Açoriano Oriental


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.