Açoriano Oriental
Rui Tavares eleito para o Parlamento Europeu
O historiador Rui Tavares viu esta segunda-feira confirmada a eleição para o Parlamento Europeu em representação do Bloco de Esquerda, de acordo com fonte do Ministério da Administração interna.

Autor: Lusa / AO online

Depois de apuradas 4260 freguesias e 70 de 71 consulados, Rui Tavares viu ser-lhe atribuído pelo método de Hondt o lugar ainda em aberto no Parlamento Europeu (Portugal dispõe de 22 assentos no hemiciclo de Estrasburgo).

Já no final da noite eleitoral e pelas televisões, o 22º mandato chegou a ser dado como certo para o Bloco de Esquerda, em cuja sede a notícia foi entusiasticamente celebrada.

"É certo que o BE será a terceira força política e creio que se pode dizer com grande probabilidade que Rui Tavares será eleito", disse, na altura, o cabeça-de-lista do BE às eleições europeias, Miguel Portas.

De acordo com dados oficiais da DGAI, e depois de apurados os votos nas 4260 freguesias nacionais, o PSD foi o partido mais votado (31,70 por cento), seguindo-se o PS (26,58 por cento).

Com 10,73 por cento dos votos, o BE ultrapassou como terceira força política a CDU, que se ficou pelos 10,66 por cento dos votos.

O CDS-PP manteve os mesmos dois lugares em Estrasburgo com 8,37 por cento dos votos.

Segundo dados oficiais provisórios, o PSD elegeu oito eurodeputados contre sete do PS, o Bloco de Esquerda conseguiu três lugares em Estrasburgo, enquanto CDU e CDS elegeram dois cada.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.