Açoriano Oriental
Relação mantém em liberdade suspeita matar com gancho de cabelo

O Tribunal da Relação de Lisboa decidiu manter em liberdade uma mulher de 34 anos, suspeita da autoria de um crime de ofensa à integridade física agravada que resultou na morte de um homem de 54 anos, na freguesia do Porto Formoso, em outubro de 2018.

article.title

Foto: Eduardo Resendes/Arquivo AO
Autor: Luís Pedro Silva

O juiz de instrução criminal de Ponta Delgada considerou adequado aplicar as medidas de coação de proibição de se ausentar da ilha, apresentações diárias na esquadra da PSP da área da sua residência e entrega do passaporte.

O Ministério Público não se conformou com o facto do juiz de instrução criminal ter considerado que, no caso em concreto, não existia perigo de perturbação da ordem e tranquilidade públicas e não ter aplicado a medida de coação de prisão preventiva.


Ler mais na edição desta segunda-feira, 29 abril 2019, do jornal Açoriano Oriental



PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.