Açoriano Oriental
1 de julho
Rede de ATL de Ponta Delgada reabre com novas regras

A Rede de ATL (Ateliers de Tempos Livres) do município de Ponta Delgada reabre a 1 de julho, com os cuidados e equipamentos necessários para garantir a segurança das crianças e funcionários.

Rede de ATL de Ponta Delgada reabre com novas regras

Autor: Susete Rodrigues/AO Online

Tendo por base os novos planos de ação que surgiram na sequência da Covid-19, a Câmara Municipal de Ponta Delgada, nos meses de julho, agosto e ao longo da primeira quinzena de setembro, alargou o número de salas de ATL e contratou cerca de 40 novos animadores socioculturais, refere nota.

São 48 salas no total, 75 colaboradores da rede municipal de ATL e 37 estudantes do curso de Educação Básica da Universidade dos Açores, que frequentaram a formação online dada pela USISM - Unidade de Saúde da Ilha de São Miguel, para garantir as condições necessárias à abertura destes espaços municipais.

No mês de julho, os ATL municipais de Ponta Delgada vão receber 571 crianças e em agosto 563. O horário de funcionamento será das 08h00 às 19h00. A receção das crianças será entre as 08h00 e as 09h00 e a saída das 17h30 às 18h30.

Seguindo as regras atualmente em vigor, as crianças não podem permanecer no ATL por período superior ao estritamente necessário.

À chegada e saída do ATL, a criança é recebida à porta do estabelecimento, apenas por uma pessoa, que usará equipamento de proteção necessário e a reencaminhará para a respetiva sala.

A criança terá de desinfetar as mãos à entrada do ATL e na sala, utilizando o dispensador de solução à base de álcool que se encontra no local.

Será ainda feita a medição e o registo da temperatura da criança à entrada e à saída e caso esta apresente febre, não poderá permanecer no espaço.

Os objetos pessoais da criança são colocados em local devidamente identificado e deve-se evitar a circulação dos encarregados de educação, e/ou pessoas pelos mesmos designadas, dentro do espaço de funcionamento do ATL.

Tendo em conta a importância do brincar no desenvolvimento social, emocional e cognitivo das crianças, serão promovidas atividades diversificadas e divertidas no espaço onde funciona o ATL. Por precaução, não serão realizadas saídas.

Adianta a nota que a redução do número de crianças por sala foi assegurada para que fosse cumprido o distanciamento recomendado de 1,5 a 2 metros nas diferentes atividades lúdicas.

As crianças e animadores estão distribuídos por várias salas e cada animador está responsável por apenas um grupo. Assim, é evitado o contacto entre grupos. Cada criança terá material individual necessário para a atividade a realizar e será salvaguardada a desinfeção e partilha de objetos.

Por questões de higiene e segurança, cada criança deixará o calçado à entrada da respetiva sala, sendo necessário calçado extra para permitir a troca, ficando este último no ATL.

Na sala de atividades, estão criadas todas as condições para adotar as medidas preventivas recomendadas, como a instalação sanitária com água, sabão líquido com dispositivo doseador e toalhetes de papel de uso único.

Todos os espaços de ATL farão a gestão de resíduos diários, sem necessidade de proceder a tratamento especial, e terão material para os procedimentos adequados de desinfeção e limpeza dos materiais, equipamento de proteção, dispensador de solução à base de álcool para desinfeção das mãos.

O acesso à sala é limitado apenas ao animador e ao grupo afeto ao mesmo, existindo ventilação e arejamento de modo a permitir uma melhor circulação do ar.

Os brinquedos serão higienizados pelo menos duas a três vezes ao dia e será realizada a adequada descontaminação das superfícies utilizadas regularmente (mesas, cadeiras, entre outras).

Os ATL vão privilegiar atividades em espaços abertos e os animadores terão atividades preparadas para realizar no exterior com as recomendações de distanciamento físico. O espaço de recreio pode ser delimitado e/ou utilizado segundo um sistemas rotativo pelos grupos em caso de necessidade.

O fornecimento das refeições (lanche e almoço) é da responsabilidade dos pais, que podem, no entanto, optar por serviço de catering. As crianças almoçam na respetiva sala de atividades e sempre no mesmo lugar.

Antes e depois das refeições, as crianças têm de lavar as mãos e serão acompanhadas para que o façam de forma correta. A lancheira e mochila da criança deverão estar devidamente identificados.

Cada criança terá que ter kit próprio (identificado) com garrafa de água, talheres e guardanapos para as refeições. Após as refeições, cada criança deverá, alternadamente, levar o seu lixo até ao caixote disponível na sala e guardar o seu kit.

Quando as crianças mais pequenas, que necessitarem de ajuda, o animador irá auxilia-las, tendo a preocupação de lavar e desinfetar das mãos antes de manusear qualquer recipiente de comida, peça de fruta ou talheres.

As crianças não devem trazer brinquedos para os ATL e no final da semana, o material que permanece neste espaço (estojo, capa e calçado), terá de ser levado para casa para higienização.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.