Mobilidade

Quercus lamenta que portugueses não deixem o carro em casa

Quercus lamenta que portugueses não deixem o carro em casa

 

Lusa/AO online   Nacional   14 de Set de 2011, 12:29

A Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza considera que a Semana da Mobilidade tem tido resultados “positivos”, mas lamenta que os portugueses ainda não tenham o hábito de deixar o carro em casa.
“O objectivo é que esta semana seja sempre um exemplo e não uma prática só durante aqueles dias. Precisamos de uma outra postura das pessoas, precisamos de uma mudança mais estruturante”, disse Francisco Ferreira.

O ambientalista lamentou também que o interesse pela Semana da Mobilidade “tenha vindo a descer” junto dos municípios.

Este ano participam na iniciativa 31 municípios portugueses, menos de metade do número registado no ano passado (66).

“É pena que isso aconteça porque, numa altura crucial em que estão em causa os aumentos do transporte público e em que a gasolina é mais cara, as pessoas têm de dar atenção à mobilidade como uma das maiores prioridades na sua gestão económica”, afirmou.

Por isso, Francisco Ferreira considerou que a Semana da Mobilidade “deveria merecer um maior protagonismo à escala nacional e à escala dos municípios”.

O responsável da Quercus ressalvou que continuam a existir problemas de qualidade do ar no centro de Lisboa e do Porto devido aos automóveis e que muitas pessoas, apesar “do custo elevado da gasolina” continuam a andar de carro sozinhas.

Para promover a utilização dos transportes públicos, a Quercus vai distribuir durante a Semana da Mobilidade mini-livros, que depois podem ser convertidos em livros, numa campanha intitulada “Leia Mais, Conduza Menos, Defenda o Ambiente”.

“A ideia é que as pessoas, quando usam o transporte público, em muitos casos têm condições de conforto que lhe permita ocupar o tempo de outra forma”, explicou.

“Vamos insistir no facto de o transporte público ser também uma oportunidade de lazer”, acrescentou.

A Semana da Mobilidade decorre de 16 a 22 de setembro, quando se promove o famoso “Dia Sem Carros”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.