Putin alerta Europa para riscos de perturbação do fornecimento de gás


 

Lusa/AO Online   Internacional   1 de Nov de 2009, 17:25

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, alertou hoje a União Europeia para riscos de perturbação do fornecimento de gás russo via Ucrânia se este país não pagar as suas dívidas de gás, noticiaram as agências russas.

Numa conversa telefónica com o seu homólogo sueco, Fredrik Reinfeldt, que preside actualmente à UE, Putin "chamou a atenção para sinais (enviados), incluindo através de canais oficiais em Kiev, sobre possíveis problemas no pagamento do gás fornecido pela Rússia", segundo um porta-voz do governo russo, citado pelas agências.

Consequentemente, "podem ocorrer problemas no fornecimento de gás russo, através do território ucraniano, aos consumidores europeus", acrescentou.

Em Janeiro passado, vários países europeus sofreram uma longa interrupção do fornecimento de gás russo devido a um conflito semelhante entre as companhias de gás russa e ucraniana.

Um quarto da energia consumida pela Europa provém de gás natural, quase dois terços (58 por cento) do qual importado. A Rússia fornece dois quintos desse gás importado, a grande maioria do qual chega à Europa em gasodutos que atravessam a Ucrânia.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.