Futebol

Presidente do Leixões anuncia dívidas saldadas à segurança Social


 

Lusa/AO   Futebol   27 de Out de 2007, 15:18

Carlos Oliveira confirmou que o clube nada deve, "quer do passado, quer do presente" à Segurança Social.
O presidente da Leixões Futebol SAD, Carlos Oliveira, garantiu que o clube de Matosinhos já pagou todas as dívidas antigas à Segurança Social, no valor de cerca de um milhão de euros.
"Esta semana, antecipando em cerca de seis meses o prazo previsto, regularizámos todas as dívidas anteriores a 2002, que faziam parte de um acordo feito através do IAPMEI com a Segurança Social", afirmou o administrador da SAD leixonense.
Carlos Oliveira confirmou ainda que o clube nada deve, "quer do passado, quer do presente" à Segurança Social.
"Cumprimos exactamente os termos do acordo com alguma antecipação para que fossemos previdentes e, com isso, conseguimos recuperar quase meio milhão de euros e anular uma penhora que existia sobre os activos do clube de cerca de um milhão de euros", sublinhou.
O líder da SAD matosinhense considera que o último pagamento, realizado na sexta-feira, "é mais uma grande vitória no objectivo fundamental de relançar o Leixões".
"Independentemente dos resultados desportivos, garantir que não temos dívidas e não estamos sujeitos a nenhum percalço, é garantir o futuro deste clube", disse Carlos Oliveira.
O passo seguinte da administração do clube, que comemora o centenário a 28 de Novembro, é "pedir às instituições para emitirem o necessário documento para desaverbar a penhora que existia sobre o estádio".
Agora livre de dívidas, acrescentou Carlos Oliveira, o Leixões está "muito mais à vontade para receber as ajudas dos sócios, dos investidores e das entidades que queiram colaborar neste projecto de formação desportiva e social".
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.