Açoriano Oriental
Covid-19
Portugal com 6.994 casos de infeção, novo máximo diário

Portugal regista esta quinta-feira 6.994 novos casos de infeção com o novo coronavírus, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia, e mais 69 mortes relacionadas com a covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Portugal com 6.994 casos de infeção, novo máximo diário

Autor: Lusa/AO Online

Este é o maior aumento diário de infeções desde o início da pandemia, ultrapassando o máximo registado no dia 13 de novembro (6653).

Relativamente aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico revela que estão internadas em enfermaria 3.017 pessoas (menos 34 do que na quarta-feira) e 458 estão em unidades de cuidados intensivos (mais 26).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 3.701 mortes e 243.009 casos de infeção pelo novo coronavírus, estando hoje ativos 81.384 casos, mais 2.703 do que na quarta-feira.

A DGS indica que das 69 mortes registadas nas últimas 24 horas, 29 ocorreram na região Norte, 24 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 12 na região Centro, uma no Alentejo e cinco no Algarve.

Segundo o boletim, 63 por cento dos novos casos situam-se na região Norte, que contabilizou nas últimas 24 horas mais 4.415 infeções, totalizando 124.572 casos de infeção e 1.726 mortos desde o inicio da pandemia.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 1.542 novos casos de infeção, contabilizando-se agora 84.800 ocorrências e 1.363 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 724 casos de infeção, contabilizando-se agora 22.921 e 466 mortos.

No Alentejo foram registados mais 145 novos casos, totalizando 4.825 e 89 mortos.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 102 casos de infeção, somando 4.459 casos e 40 mortos desde o início da pandemia.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.