Açoriano Oriental
Ponta Delgada quer criar uma Reserva para Emergência Social
A Câmara Municipal de Ponta Delgada pretende avançar no próximo ano com uma reserva de apoios às famílias para situações de emergência social.
Ponta Delgada quer criar uma Reserva para Emergência Social

Autor: Lusa/AO online

Segundo a autarquia, "há consenso entre todos os partidos na Assembleia Municipal para a criação da Reserva de Emergência Social em 2013", acrescentando, no entanto, que a medida "ainda não foi aprovada na Assembleia Municipal, pois carece de um regulamento que lhe dê legalidade e inscreva a verba para este efeito".

O Regulamento, após concluído, irá a reunião de Câmara para aprovação da vereação, seguindo para a próxima reunião da Assembleia Municipal de Ponta Delgada para deliberação final.

"O objetivo é dar resposta a um novo fenómeno de carências entre as famílias que, por via da crise, se veem confrontadas com a ausência de meios para pagar bens essenciais à sua subsistência como a eletricidade, o gás e outros", sublinha uma nota da Câmara, acrescentando que a Reserva de Emergência Municipal "será mais um elemento de apoio às famílias" que se junta ao "reforço nos investimentos de ação social nas Grandes Opções do Plano para 2013/2016, em rubricas como a educação e habitação".

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.