Brexit

Parlamento britânico votará acordo em janeiro

Parlamento britânico votará acordo em janeiro

 

Lusa/AO Online   Internacional   13 de Dez de 2018, 11:26

O Parlamento britânico votará em janeiro o acordo do ‘Brexit’, que foi negociado entre o Reino Unido e a União Europeia (UE), após o adiamento da votação marcada para esta semana, anunciou o Governo britânico.

A votação será realizada após a retomada parlamentar, prevista para 07 de janeiro, e antes do prazo limite de 21 de janeiro, previamente definido pelo executivo.

Vários deputados exigiram que este acordo fosse votado na próxima semana - antes da pausa parlamentar para a época de festas, que começa a 21 de dezembro -, mas a votação não consta da agenda publicada no Twitter pela responsável das relações do Governo com o Parlamento, Andrea Leadsom.

Perante a perspetiva de um grave fracasso, a primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou na segunda-feira o adiamento da votação do acordo, agendado para a terça-feira na Câmara dos Comuns.

Theresa May havia prometido aos deputados que a votação ocorreria antes do dia 21 de janeiro.

A primeira-ministra - que resistiu na quarta-feira a um voto de censura do seu partido Conservador - falará na próxima segunda-feira diante da Câmara dos Comuns, depois de participar numa cimeira europeia na quinta e sexta-feira, durante a qual tentará angariar garantias dos líderes europeus para “o acordo Brexit ser capaz de satisfazer o Parlamento britânico”.

Em particular, pretende assegurar que a solução de salvaguarda para a Irlanda do Norte, conhecida por 'backstop', é uma medida temporária.

Esta disposição prevê, como último recurso, manter o Reino Unido numa união aduaneira com a UE para evitar o regresso de uma fronteira dura na ilha da Irlanda.

O líder da oposição britânica, o trabalhista Jeremy Corbyn, defendeu esta quarta-feira que Theresa May deveria submeter o seu acordo à aprovação do parlamento na próxima semana.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.