Boticas

Padre detido pela GNR fica, para já, à frente da paróquia


 

Lusa / AO online   Nacional   26 de Out de 2009, 09:59

O Bispo de Vila Real, Joaquim Gonçalves, disse à Agência Lusa que o padre Fernando Guerra, detido domingo pela suspeita de posse de armas ilegais, vai continuar à frente da paróquia de Covas do Barroso, concelho de Boticas.
Depois de celebrar a missa das 7:00 locais, o sacerdote foi detido pelo Núcleo de Investigação Criminal de Chaves em plena sacristia, na sequência de uma investigação que decorria há meses.

Natural de Gralhas, pequena localidade do concelho de Montalegre, Fernando Guerra, de 74 anos, já completou os 50 anos de sacerdócio.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.