Pequim2008

Obikwelu promete ser figura nacional

Obikwelu promete ser figura nacional

 

Lusa/AO   Outras modalidades   15 de Ago de 2008, 17:43

Os portugueses vão concentrar as suas atenções sobre os gémeos João e Sérgio Vieira, Alberto Paulo e Sandra Helena Tavares

Os portugueses vão concentrar as suas atenções sobre os gémeos João e Sérgio Vieira, Alberto Paulo e Sandra Helena Tavarese, esperando vibrar com Francis Obikwelu na jornada nocturna do oitavo dia de competições dos Jogos Olímpicos.

Manhã de Pequim, mas madrugada em Lisboa, os gémeos algarvios competem nos 20 km marcha, o madeirense nos 3.000 metros obstáculos e a atleta do FC Porto, nascida em Espanha, no salto com vara, mas as suas hipóteses de cometerem um brilharete parecem muito reduzidas.

Apuramento para os 100 metros

À noite, hora do almoço em Portugal, os adeptos nacionais esperam poder torcer para que o velocista oriundo da Nigéria, de 29 anos, se apure para a final dos 100 metros, a disputar às 22h30 (14h30 nos Açores).

Para isso, o vice-campeão olímpico, que ontem passou duas eliminatórias e se qualificou com o 11º tempo, terá de ser um dos quatro melhores da segunda meia-final, que começa às 20h13 (12h13), onde vai ocupar a pista 8, tendo ao lado, na 9, o norte-americano Tyson Gay, campeão do Mundo.

Final B de double scull

Pelo meio, às 14h40 (06h40), está previsto a Final B de double scull ligeiro, com os remadores portugueses Nuno Mendes e Pedro Fraga, e 15 regatas com velejadores nacionais, que alinham em cinco classes em Pequim2008.

Com os adiamentos registados desde quinta-feira, devido à falta de vento em Qingdao, a cerca de 600 quilómetros de Pequim, ontem recuperou-se algum do atraso, mas mesmo assim ainda houve regatas adiadas.

Vela

Álvaro Marinho e Miguel Nunes, terceiros em 470 após sete regatas, são agora os melhores portugueses, enquanto Afonso Domingos e Bernardo Santos foram terceiros na única regata da classe Star disputada até agora, e por Gustavo Lima, caiu para o quinto lugar de Star após a quarta corrida.

Na madrugada de sábado (01h00), os gémeos João e Sérgio Vieira, nascidos há 32 anos em Portimão, foram os primeiros portugueses a entrar em acção, disputando os 20 km marcha apenas com o objectivo de chegar ao fim da prova.

Os dois marchadores portugueses do Clube de Natação de Rio Maior pretendiam terminar entre os oito e os 20 primeiros, respectivamente, mas dizem que tiveram de repensar os objectivos depois de sofrerem micro-roturas nas pernas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.