Açoriano Oriental
“O Rabo de Peixe não acaba aqui”

Nelo, treinador do Rabo de Peixe, garantiu que “o Rabo de Peixe vai continuar a ser o Rabo de Peixe”, independentemente da competição que esteja a disputar.

“O Rabo de Peixe não acaba aqui”

Autor: Mariana Lucas Furtado

As declarações do técnico seguiram-se ao empate a 1-1 frente ao Alverca B, que ditou o regresso da equipa da vila piscatória ao Campeonato de Futebol dos Açores (CFA).

Nelo assumiu a sua quota parte na responsabilidade pela descida, mas recordou que “só podia falar do seu trabalho” desde a chegada ao comando da equipa, assinalando que o principal planeamento já tinha sido realizado no início da época, quando os “pescadores” ainda estavam sob o comando técnico de Hélio Oliveira.

“A minha responsabilidade era que o clube atingisse a manutenção. Com os argumentos que tive, tentei, lutei e trabalhámos de uma forma disciplinada. [Os jogadores] deram o máximo todos os dias”, considerou o técnico.

Também na ocasião, o presidente do clube, Jaime Vieira, disse estar “triste”, por acreditar que “o Desportivo de Rabo de Peixe, pelo patamar que atingiu e pelo plantel que tinha, não merecia esta descida”.

“O clube caiu, mas vai levantar-se”, adiantou, mesmo que isso não signifique a subida de divisão já na próxima época.

O dirigente assegurou a continuidade de Nelo no comando da equipa, dizendo que, aquando da contratação, “acertámos por dois anos, independentemente de a equipa continuar a disputar o Campeonato de Portugal ou regressar ao CFA”.

Fazendo uma análise à época, Vieira apontou como principais dificuldades a captação de talentos para o Rabo de Peixe, assinalando a competitividade com a Liga 3, preferida por muitos dos jogadores, ou os valores “que não são os mais acertados” pedidos por outros.

O presidente reconheceu também que algumas das contratações efetuadas não surtiram o efeito desejado na equipa. 

PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados