O.J. Simpson vai ser julgado por roubo e sequestro


 

Lusa / AO online   Internacional   15 de Nov de 2007, 11:46

O.J. Simpson, antiga estrela do futebol americano, será julgado por assalto à mão armada e sequestro, 12 anos após ser absolvido no julgamento pela morte da sua ex-mulher e respectivo companheiro, indicou quarta-feira um juiz de Las Vegas.
O juiz Joe Bonaventure anunciou esta decisão após uma audiência preliminar de quatro dias para determinar se existiam provas suficientes contra Simpson neste processo.

Dois dos seus cúmplices, Charles Ehrlich e Clarence Stewart, também vão enfrentar um julgamento.

Os três homens arriscam penas de prisão perpétua.

A acusação assegura que Simpson entrou com os seus cúmplices num quarto de hotel de Las Vegas, Nevada, a 13 de Setembro.

A antiga glória do futebol americano, 60 anos, queria aparentemente roubar lembranças desportivas pessoais a revendedores.

Simpson declarou que os objectos lhe foram roubados pelo que não os roubou apenas os queria recuperar.

Três outros cúmplices de Simpson, implicados no assalto à mão armada, declararam-se culpados em Outubro e testemunharam contra Simpson.

Depois de ter sido um dos jogadores de futebol americano mais célebre da sua geração, nos anos 1970, O.J. Simpson foi o principal suspeito da morte da sua ex-mulher, Nicole, e do seu respectivo companheiro Ron Goldman em 1994.

Nicole, que denunciou durante o processo de divórcio, em 1992, “a conduta violenta” de Simpson, foi assassinada selvaticamente.

O.J. Simpson, que sempre negou os homicídios, foi absolvido em 1995 após um processo ultra-mediatizado, num veredicto que escandalizou grande parte dos norte-americanos.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.