O.J. Simpson condenado a 15 anos de prisão efectiva


 

Lusa/AO Online   Internacional   5 de Dez de 2008, 17:41

O antigo desportista norte-americano O.J.Simpson foi hoje condenado a 15 anos de prisão efectiva em Las Vegas, Nevada (oeste), com sequestro e assalto à mão armada, entre as 12 acusações de que foi considerado culpado.

Simpson, 61 anos, ilibado há 13 anos da morte da ex-mulher e de um amigo em Los Angeles, Califórnia, ficou quase impassível ao ouvir a sentença proferida pela juíza Jackie Glass.

    Anteriormente O.J. Simpson apresentara “desculpas”, justificando nunca ter tido a “intenção de fazer mal a ninguém”.

    "Aqui estou, desolado e um pouco desorientado”, lamentou Simpson em voz baixa e com os olhos húmidos, numa reacção que contrastou com o silêncio a que se remeteu durante todo o processo.

    Vestindo o uniforme azul de recluso, a ex-estrela do futebol americano ouviu em silêncio os advogados pedirem, em vão, a sua liberdade.

    Simpson poderia ser sentenciado a uma pena de seis anos de cadeia no mínimo e prisão perpétua no máximo.

    O.J. simpson foi preso em 13 de Setembro de 2007 depois de uma tentativa de assalto à mão armada, juntamente com outros cinco indivíduos, a um casino de Las Vegas.

    A Procuradoria pedira uma pena de 18 anos de prisão efectiva para Simpson e para o seu cúmplice Clarence Stewart.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.