Liga

Novo grande "clássico" à Luz do interesse Nacional

Novo grande "clássico" à Luz do interesse Nacional

 

Lusa/AO online   Futebol   25 de Set de 2008, 16:34

A quarta jornada começa este sábado com o FC Porto - Paços de Ferreira, ronda que concentra as atenções no "clássico" entre os eternos rivais da Segunda Circular

O Estádio da Luz acolhe sábado, e pela segunda vez consecutiva, mais um grande "clássico" do futebol português, entre Benfica e Sporting, no jogo mais esperado da quarta jornada e que também interessa ao Nacional.   

Ao cabo das três primeiras rondas, o clube madeirense reparte com o Sporting a liderança no campeonato e pode mesmo descolar se, primeiro, os "leões" deixarem pontos na visita ao rival lisboeta e, depois, ganhar no dia seguinte ao Estrela da Amadora, no Funchal.   

O Nacional é o surpreendente líder oficial da tabela, com mais um golo marcado que Sporting (sete contra seis), numa campanha valorizada pelo facto de ter disputado apenas um jogo em casa (2-1 à Naval) e ganho em dois terrenos exigentes (3-1 ao Leixões e 2-0 ao Vitória de Guimarães).   

Além do "derby" e da invulgar intromissão do Nacional, a quarta jornada tem também o condão de relançar mais uma jornada europeia, decisiva para os cinco intervenientes na Taça UEFA, já que a ronda da próxima semana definirá quem passa à fase de grupos.   

Na Luz poderão ficar traçadas mais umas linhas nos esboços das candidaturas de Benfica e Sporting. Os "leões" chegam a este "clássico" com quatro pontos de vantagem e uma vitória no terreno rival deixará os "encarnados" a uma distância de nove pontos do topo da classificação, com apenas quatro jogos disputados.   

Ao FC Porto, que partilha com o Benfica o sexto lugar da classificação, cabe abrir já esta sexta-feira a quarta jornada, recebendo no Dragão o Rio Ave, uma equipa que na ronda passada esteve muito perto de infligir o terceiro empate consecutivo aos "encarnados", com dois lances de golo quase a anular a desvantagem de 3-4.   

Quatro dias depois, segue-se para os tricampeões nacionais a difícil visita aos ingleses do Arsenal, na segunda jornada do Grupo G da "Champions", cabendo ao Sporting, no dia seguinte, receber os suíços do Basileia.   

Cumprido o confronto com o Sporting, o Benfica terá depois quatro dias para preparar a permanência nas competições europeias. Depois da derrota por 3-2 em Nápoles, os "encarnados" recebem os italianos sabendo que bastará vencer por 1-0 para seguir para a fase de grupos.   

Ainda no cenário europeu, o Sporting de Braga será dos clubes menos preocupados (4-0 ao Artmedia na primeira mão), embora esteja a frustrar as expectativas internamente. Levando já duas derrotas consecutivas, a última na visita ao Leixões (2-0).   

Num cenário de alguma intranquilidade, a equipa de Jorge Jesus recebe agora a Naval 1º de Maio, equipa que encabeça o surpreendente grupo de terceiros classificados, juntamente com Leixões e Académica, todos com seis pontos.   

Um pouco à imagem dos bracarenses, os vizinhos minhotos do Vitória de Guimarães também estão a dar sinais de fragilidade no campeonato, com a agravante de estarem com um pé fora da Taça UEFA, já que terão de inverter em casa a derrota sofrida por 2-0 no terreno do Portsmouth.   

Antes da missão europeia, os vimaranenses têm de visitar o Trofense, a única equipa que ainda não somou pontos e a primeira a protagonizar uma "chicotada psicológica", com a saída de António Conceição, o técnico que conseguiu na última época a inédita promoção do clube da Trofa ao escalão principal.    

Vitória de Setúbal e Marítimo são os outros dois clubes com perspectivas cinzentas no plano europeu. Antes da viagem à Holanda para defrontar o Heerenveen (1-1 em Portugal), os sadinos recebem o Rio Ave, clube que ainda não ganhou mas que já roubou pontos em Vila do Conde a Benfica (1-1) e FC Porto (0-0).   

O Marítimo, que conseguiu finalmente pontuar no campeonato (0-0 na visita ao Estrela da Amadora), recebe no Funchal a Académica, clube que sofreu a única derrota no campeonato precisamente na Reboleira (1-0,na jornada inaugural).   

A quarta jornada encerra na segunda-feira num jogo que pode servir de teste decisivo para a permanência no Restelo do técnico brasileiro Casimiro Mior, já muito contestado pelos adeptos do Belenenses, clube que recebe, neste clima, um muito moralizado Leixões, a quatro dias de tentar inverter em Espanha a derrota caseira com o Valência (1-0).   

A juntar às derrotas "naturais" nas visitas a FC Porto e Sporting (ambas por 2-0), esteve, pelo meio, o empate no único jogo que o Belenenses disputou em casa, frente ao Paços de Ferreira (2-2).

Os lisboetas estiveram a ganhar, permitiram a reviravolta no marcador e só conseguiram empatar nos descontos.        

Programa da quarta jornada (horas dos Açores, menos uma que em Lisboa):   

- Sexta-feira:   

FC Porto - Paços de Ferreira, 20h15 (RTP1).   

- Sábado:   

Sporting de Braga - Naval 1º de Maio, 16h15 (SportTV1).   

Vitória de Setúbal - Rio Ave, 18h00.   

Benfica - Sporting, 19h45 (SportTV1).   

- Domingo:    Marítimo - Académica, 15h00.   

Nacional - Estrela da Amadora, 15h00.   

Trofense - Vitória de Guimarães, 19h15 (SportTV2).   

- Segunda-feira:   

Belenenses - Leixões, 18h45 (SportTV1).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.