Mulher de 69 anos detida por suspeita de burla


 

Lusa/AO online   Nacional   29 de Out de 2012, 15:07

Uma idosa de 69 anos foi detida em Lisboa por suspeitas da autoria de vários crimes de burla e falsificação de documentos e vai aguardar julgamento em prisão preventiva, anunciou esta segunda-feira a PSP.

De acordo com a polícia, a suspeita fazia-se valer da sua idade para abordar e ganhar a confiança das pessoas.

Em alguns casos, segundo a PSP, fazia-se passar por funcionária de diversas empresas, aliciando as pessoas com vários tipos de negócio para que lhe cedessem dinheiro, bens, imóveis e serviços.

A idosa, detida no dia 24 deste mês, é também suspeita de usar identificações e assinaturas das pessoas burladas para realizar contratos em empresas de prestação de serviços, lesando-as em centenas de euros.

Fonte policial adiantou à agência Lusa que a detenção surgiu no âmbito de uma investigação decretada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP).

A polícia realizou buscas domiciliarias a duas residências onde a mulher pernoitava e a um escritório onde afirmava trabalhar, tenho apreendido duas viaturas, um computador, cinco telemóveis e vários documentos.

A detida, que já tinha sido condenada pelo mesmo tipo de crimes, foi presente a tribunal, que aplicou a prisão preventiva como medida de coação.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.