Açoriano Oriental
Escola Básica e Secundária de São Roque do Pico assinala 42 anos

O presidente da Câmara Municipal de São Roque do Pico enalteceu, na passada sexta-feira, o trabalho desenvolvido pela Escola Básica e Secundária na formação global dos jovens e na dignificação do nome do concelho.

article.title

Foto: CMSR
Autor: AO Online

Usando da palavra durante a cerimónia dos 42 anos da Escola de São Roque do Pico, Mark Silveira lembrou o percurso de excelência trilhado por aquela unidade, que se tem traduzido em excelentes resultados curriculares, e apelou a toda a comunidade para que continue a trabalhar de forma atenta na melhoria desses mesmos resultados.

“É importante mantermos um espírito construtivo para irmos melhorando, esperando que os resultados curriculares sejam sempre os melhores. Uma escola não são só quatro paredes. Uma escola é feita por toda a comunidade escolar e a nossa escola sempre foi reconhecida pela sua excelente massa humana”, afirmou o autarca.

O presidente de Câmara não esqueceu a Orquestra da Escola que é uma das imagens daquela unidade de ensino, enaltecendo a “vitalidade e qualidade” de um projeto “ímpar” no concelho e no meio escolar regional.

Ainda no decorrer da celebração, Mark Silveira entregou o diploma de mérito ao aluno com melhor média escolar no ano transato, nomeadamente Inês Margarida de Lima Ponte, a quem foi oferecido uma viagem Lisboa/Pico e um prémio monetário no valor de 1500 euros patrocinado pelo município de São Roque.

A aluna foi igualmente presenteada com um cheque no valor de 250 atribuído pelo Banco Santander.

Na cerimónia o secretário regional da Educação, Avelino Meneses, lembrou o investimento de 250 mil euros inscrito no Plano e Orçamento do Governo Regional para a Escola Básica e Secundária de São Roque, que permitirá beneficiar o edifício, bem como requalificar o parque de estacionamento.

O presidente do Conselho Executivo lembrou, por seu turno, as mudanças introduzidas ao longo dos últimos anos no ensino para promover o sucesso escolar e as responsabilidades da Escola na formação do aluno. Francisco Osório deixou ainda um apelo aos alunos para que continuem trabalhar para conseguirem alcançar os objetivos na vida: “A escola é uma janela aberta para a vida e para o futuro e por muito que dessa janela vejamos um caminho que não se apresenta fácil o mais importante é não desistir à primeira contrariedade. Devem lutar. Devem superar receios. Devem acreditar e seguir em frente, pois o verdadeiro vencedor não é o que sempre vence mas aquele que nunca para de lutar”.

O programa comemorativo dos 42 anos da Escola de São Roque incluiu a entrega dos certificados honra, valor e mérito aos alunos que se distinguiram no ano letivo passado.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.