Açoriano Oriental
Mais de mil mortos israelitas na ofensiva do Hamas

O número de mortos israelitas na sequência da ofensiva surpresa do grupo islâmico palestiniano Hamas, iniciada no passado fim de semana, ultrapassou os 1.000, indicou hoje um oficial militar israelita.

Mais de mil mortos israelitas na ofensiva do Hamas

Autor: Lusa


O general-brigadeiro Dan Goldfus anunciou o número atualizado de vítimas mortais do ataque durante um encontro com jornalistas.

O oficial israelita falava num momento em que Israel deu início a uma intensa ofensiva de ataques aéreos em Gaza, que já causou 830 mortos do outro lado e provocou uma destruição generalizada.

“Vamos partir para a ofensiva e atacar o grupo terrorista Hamas e qualquer outro grupo que esteja em Gaza”, assegurou Goldfus, acrescentando que Israel está determinada em “mudar a realidade dentro de Gaza”, para evitar a repetição de um ataque como o do passado fim de semana.

Aviões de guerra israelitas atacaram hoje bairro por bairro na Faixa de Gaza, reduzindo prédios a escombros e fazendo com que as pessoas procurassem todos os meios para encontrar segurança no pequeno e isolado território, enquanto Israel prometia uma retaliação ao ataque surpresa do fim de semana do Hamas.

As organizações humanitárias apelaram à criação de corredores humanitários para levar ajuda a Gaza, alertando que os hospitais locais, sobrelotados com feridos, estão a ficar sem meios e recursos.

Israel interrompeu todo o acesso de alimentos, combustível e medicamentos a Gaza, e o único acesso, a partir do Egito, foi encerrado hoje, depois de ataques aéreos terem atingido alvos perto da passagem da fronteira.

Sob controlo do Hamas, Gaza é um território com 41 quilómetros de comprimento e 10 quilómetros de largura, situado entre Israel, o Egito e o Mar Mediterrâneo.

O enclave tem cerca de 2,3 milhões de habitantes e está sob um bloqueio israelita desde 2007.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados